Hoje o milho é um dos grãos mais produzidos do mundo, a valorização do mesmo tem crescido bastante e atingiu a alta. 

Embora saibamos quanto o milho tem melhorado com o tempo, muitos se perguntam: qual é a sua origem e quando começou a ser cultivado?

O milho é a planta comercial nativa americana mais importante da paisagem agrícola.

A origem do milho continua a ser debatida calorosamente, uma vez que a erva pode ter sido originária do Paraguai à Colômbia ou da Guatemala ao México. 

Já foram desenvolvidas várias hipóteses que tentam explicar a origem do milho e o seu parentesco com o teosinte.

Apesar dos relatórios, difere dos seus antepassados devido à imposição de rigorosas pressões de seleção por parte do homem.

Além disso, geneticamente, estas duas espécies podem ser consideradas parentes pelas seguintes razões:

  • Mesmo número de cromossomas;
  • Homólogos e morfologia semelhantes;
  • Polinização cruzada fácil que gera descendentes férteis, e semelhanças entre os dados da isoenzima e da isoenzima. 

O milho já tem uma história bem milenar no nosso cotidiano, ele tem um uso bem indireto e direto na nossa vida.

Você sabia que o milho é usado na fabricação de óleos comestíveis, alumínio, antibióticos, bebidas gasosas e álcool etílico.

Além é claro das receitas, não podemos deixar de falar de algumas por aqui, veja a seguir:

Receita Bolo milho bem cremosa

Vamos aos ingredientes:

  • 2 colheres de preferência de sopa de leite de coco;
  • 1 lata de milho verde;
  • 1 Pegue a lata de milho e tire a medida de 1 lata de óleo;
  • A mesma lata de milho, tire 1 lata de fubá;
  • 1 lata de açúcar;
  • 4 ovos;
  • 2 colheres de chá de fermento em pó;
  • 02 colheres de farinha de trigo;
  • 02 colheres de coco ralado.

Como fazer?

É muito simples e bem fácil, você vai precisar apenas de um liquidificador, vai adicionar a lata inteira de milho verde, fubá, açúcar, ovos, farinha de trigo. Lembre-se que a medida é a da lata, misture tudo e bata com auxílio do próprio liquidificador, até que fique bem cremoso.

Acrescente na massa coco ralado e misture até que tudo se torne uma só solução.

Pegue uma assadeira de sua preferência, unte a mesma com manteiga e farinha de trigo. Deixe em forno médio de 180ºC por 40 minutos.

Creme de milho

  • Compre uma boa quantidade de milho, retire todos os grãos da espiga, se preferir pode usar a lata mesmo de milho.
  • Você vai precisar de farinha de trigo ou amido de milho.

Vamos aos ingredientes:

  • 2 xícaras de grão de milho;
  • 2 xícaras de leite;
  • 6 colheres de chá de manteiga;
  • ¼ cebola média bem picada;
  • sal e pimenta do reino a gosto.

Como fazer?

Depois de separado tudo que você vai precisar, deixe a cebola bem picada.

Bata o leite e uma parte do milho junto, em uma vasilha média adicione 3 colheres bem cheia de milho e bata com o auxílio de um mix, caso não tenha pode usar o liquidificador, vai ajudar muito.

Em uma panela limpa, coloque as colheres de manteiga e derreta toda a mesma.

Coloque em seguida a cebola picada e deixe refogar, até que fique bem clarinha, ou melhor translúcida.

Em seguida adicione o milho e deixe refogar por pelo menos 5 minutos, em seguida coloque o milho que bateu junto ao leite e mexa muito bem até que fique bem cremoso, vai parecer um creme.

Agora chegou a hora de adicionar bastante pimenta e sal a gosto, pronto! Seu creme de milho está pronto para apreciação! 

Tradicional milho cozido

Não podia deixar de mencionar essa receita que é tradicional feita com o milho. Prato delicioso que não pode faltar em festas juninas é uma excelente opção para os dias mais frios.

Ingredientes:

  • 4 espigas de milho;
  • Tempero Sazón;
  • 2 pitadinhas de sal, aqui é a gosto mas é bom não pesar a mão.

Como fazer?

  • Você vai precisar de uma panela de pressão, encha de água, coloque os milhos e em seguida feche a panela;
  • Deixe ferver em fogo médio por 20 minutos;
  • Retire do fogo, tire a pressão da panela, depois disso basta deixar o milho escorrer.
  • Sirva-se na manteiga, fica uma delícia!